Home » Corpo » Especial Outubro Rosa: tudo o que você precisa saber sobre o câncer de mama
Corpo
Especial Outubro Rosa: tudo o que você precisa saber sobre o câncer de mama

O movimento Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama e promover a conscientização sobre a importância da detecção precoce da doença. Quer conhecer mais sobre o Outubro Rosa e como se prevenir contra o câncer de mama? Então acompanhe nosso post especial e fique por dentro deste assunto tão sério!

Câncer de mama: não escolhe hora nem local

Você sabia que para o ano de 2015 são esperados mais 57 mil novos casos de câncer de mama somente no Brasil? Jovens, adultas, idosas… já não há mais idade certa para ser mais uma nesta estatística, no entanto, existem algumas atitudes que podem evita-lo (falaremos sobre elas a seguir). Mas o ponto principal neste assunto é o fato de detectá-lo o quanto antes, pois quanto mais cedo for o diagnóstico, maiores são as chances de cura.

Como detectar o câncer precocemente?

É muito importante que todas as mulheres avaliem seu corpo e seus seios diariamente. Reparem se existem formas estranhas, que façam o auto exame de toque em frente ao espelho ou durante o banho e procurem um médico a cada sinal estranho que for encontrado. Estes sinais ou sintomas podem ser caracterizados quando a mulher:
  • Reparar uma saída espontânea de líquido dos mamilos;
  • Encontrar pequenos nódulo ou caroços fixos, endurecidos e, geralmente, indolores;
  • Perceber alterações no mamilo;
  • Sentir nódulos na região embaixo das axilas ou no pescoço;
  • Ver que a pele do seio está avermelhada, retraída ou parecida com a casca de uma laranja.
É essencial que um especialista seja procurado a qualquer um destes sinais, para que possa solicitar exames e dar um diagnostico preciso. Se o câncer for detectado, o tratamento deve ser iniciado o quanto antes. Além disso, mulheres com mais de 50 anos devem fazer anualmente a mamografia ou de seis em seis meses, dependendo do caso.

Fatores de risco

Existem alguns fatores que podem contribuir para o surgimento do câncer de mama nas mulheres. Dentre os mais comuns estão: histórico familiar, a obesidade, sedentarismo, consumo excessivo de álcool, gravidez tardia e não ter amamentado. Em contrapartida, algumas atitudes podem ser tomadas para evita-lo, como manter uma vida saudável, com alimentação balanceada e prática frequente de atividades físicas, e claro, realizar o auto exame assiduamente. Este é o câncer mais comum entre mulheres no mundo inteiro, mas não é impossível lutar contra ele. Para isso, acima de tudo é preciso estar consciente e conscientizar outras mulheres sobre a prevenção, ressaltando sempre que: quanto mais cedo ele for detectado, melhor. Faça parte desse movimento!! Lembre-se de que em nossa loja você encontra diversas opções em rosa para apoiar a causa. E não se esqueça de compartilhar com suas amigas!Compartilhe!

PLAYLIST
POSTS MAIS LIDOS
Especial Outubro Rosa: tudo o que você precisa saber sobre o câncer de mama
O movimento Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama e promover a conscientização sobre a importância da detecção precoce da doença. Quer conhecer mais sobre o Outubro Rosa e como se prevenir contra o câncer de mama? Então acompanhe nosso post especial e fique por dentro deste assunto tão sério!

Câncer de mama: não escolhe hora nem local

Você sabia que para o ano de 2015 são esperados mais 57 mil novos casos de câncer de mama somente no Brasil? Jovens, adultas, idosas… já não há mais idade certa para ser mais uma nesta estatística, no entanto, existem algumas atitudes que podem evita-lo (falaremos sobre elas a seguir). Mas o ponto principal neste assunto é o fato de detectá-lo o quanto antes, pois quanto mais cedo for o diagnóstico, maiores são as chances de cura.

Como detectar o câncer precocemente?

É muito importante que todas as mulheres avaliem seu corpo e seus seios diariamente. Reparem se existem formas estranhas, que façam o auto exame de toque em frente ao espelho ou durante o banho e procurem um médico a cada sinal estranho que for encontrado. Estes sinais ou sintomas podem ser caracterizados quando a mulher:
  • Reparar uma saída espontânea de líquido dos mamilos;
  • Encontrar pequenos nódulo ou caroços fixos, endurecidos e, geralmente, indolores;
  • Perceber alterações no mamilo;
  • Sentir nódulos na região embaixo das axilas ou no pescoço;
  • Ver que a pele do seio está avermelhada, retraída ou parecida com a casca de uma laranja.
É essencial que um especialista seja procurado a qualquer um destes sinais, para que possa solicitar exames e dar um diagnostico preciso. Se o câncer for detectado, o tratamento deve ser iniciado o quanto antes. Além disso, mulheres com mais de 50 anos devem fazer anualmente a mamografia ou de seis em seis meses, dependendo do caso.

Fatores de risco

Existem alguns fatores que podem contribuir para o surgimento do câncer de mama nas mulheres. Dentre os mais comuns estão: histórico familiar, a obesidade, sedentarismo, consumo excessivo de álcool, gravidez tardia e não ter amamentado. Em contrapartida, algumas atitudes podem ser tomadas para evita-lo, como manter uma vida saudável, com alimentação balanceada e prática frequente de atividades físicas, e claro, realizar o auto exame assiduamente. Este é o câncer mais comum entre mulheres no mundo inteiro, mas não é impossível lutar contra ele. Para isso, acima de tudo é preciso estar consciente e conscientizar outras mulheres sobre a prevenção, ressaltando sempre que: quanto mais cedo ele for detectado, melhor. Faça parte desse movimento!! Lembre-se de que em nossa loja você encontra diversas opções em rosa para apoiar a causa. E não se esqueça de compartilhar com suas amigas!Compartilhe!

SIGA NAS REDES SOCIAIS
INSTAGRAM