AS MELHORES DICAS DE FITNESS E MODA
Corpo
Aeroboxe: diga não ao estresse e perca muitas calorias
Está querendo praticar alguma atividade física diferente? Você já ouviu falar em “aeroboxe”? Acredite, é uma atividade muito intensa e está agradando muito as mulheres, principalmente aquelas que sempre admiraram o boxe. A nova modalidade é, na verdade, a junção de duas atividades bem conhecidas: a ginástica aeróbica e o boxe. Vamos saber mais? A modalidade foi criada há cerca de cinco anos e surgiu para agregar valor e trazer mais motivação para as aulas de ginástica, que já estava beirando a monotonia. Portanto, a ginástica ficou muito mais intensa e divertida, com os socos e movimentos com as pernas, muito comuns nas aulas de boxe. Uma aula de aeroboxe é composta pelos mesmos movimentos de um treino de boxe, são coreografias montadas pelo professor que reúnem pulinhos, simulação de pular corda, socos, pontapés, entre outros.

Como são as aulas de aeroboxe?

Como toda a aula de ginástica, o aeroboxe começa por um alongamento e aquecimento breves e logo a seguir os movimentos que vão caracterizar a modalidade. Nas aulas os alunos ficam dispostos como em uma aula de ginástica aeróbica de frente para o espelho e os golpes de braços e pernas vão sendo treinados. Em muitos momentos os exercícios ocorrem em dupla, mas não ocorrem lutas. Esses exercícios feitos em duplas são executados com a ajuda de manoplas e colchonetes, em que cada parceiro ajudará o outro a executar os golpes. Na sequência ganham destaque os exercícios abdominais, de membros inferiores com ênfase a trabalhos de glúteos, músculos posteriores de coxa, quadríceps femoral e panturrilha. Por fim ocorre o alongamento para uma perfeita volta à calma.

Benefícios da modalidade

– Desenvolve a força física – tanto dos braços quanto das pernas; – Prove uma maior agilidade – pela rapidez em que os exercícios devem ser realizados; – Melhora a coordenação motora – devido os exercícios serem realizados seguindo uma coreografia; – Melhora a respiração – pelo fato de ser uma atividade aeróbica. – Melhora a circulação sanguínea; por ser uma modalidade aeróbica; – Melhora a postura – os movimentos da modalidade pedem uma postura perfeita; – Define e tonifica os músculos de pernas, braços e abdômen – devidos aos golpes vigorosos e abdominais feitos em aula; – Gasto de calorias – a modalidade permite gastar cerca de 600 calorias por 40 minutos de aula; – Condicionamento físico – deixa o aluno apto para a prática de vários esportes e atividades; – Alívio de estresse – O fato dos exercícios serem feitos repetidamente, de forma rápida e vigorosa e ainda com a ajuda de músicas empolgantes, faz com que haja uma forte descarga de energia, aliviando, e muito, o estresse.

Tipos de socos utilizados no aeroboxe

Os socos são o grande fascínio dessa modalidade. A regra é sempre colocar uma das mãos protegendo o rosto, como seria feito em uma luta de boxe. Confira a seguir os tipos de soco praticados no aeroboxe! Jabs – caracteriza-se por um soco curto, feito com a mão que está à frente. Cruzados – simula um golpe em direção à parte lateral do rosto, com a mão que está à frente. O aluno soca para o lado. Diretos – é o golpe dado em linha reta com a mão de atrás. Upers – O aluno soca de baixo para cima, funcionando como um gancho. O aeroboxe está ganhando cada vez mais adeptos, justamente por sair um pouco do estilo da ginástica convencional. É muito mais intenso e por se assemelhar e possuir os golpes de boxe, mais vigoroso que a ginástica. Que tal ficar por dentro de mais novidades do mundo fitness? Curta nossa página no Facebook!
Continue lendo
Fitness
Caia na tendência da trança boxeadora
Se tem algo que o clã das irmãs Kardashian faz de bom por nós, mulheres comuns, é trazer a tona tendências que estão ao alcance de todas. A mais popular delas, Kim Kardashian, já disse em algumas entrevistas que faz questão de usar peças que sejam acessíveis a todas as mulheres. Tanto, que já lançou, inclusive, uma linha exclusiva para uma grande loja de fast fashion. Mas além das roupas mais elegantes, elas dissiparam pelo mundo a tendência de usar o tênis esportivo com roupas mais causais e mostraram que é possível sim, usar looks bem confortáveis sem perder o estilo. Agora, o hit do momento é a trança boxeadora, que tem sido muito usada tanto por todas as irmãs da família, como também por centenas de modelos e celebridades pelo mundo a fora. Quer aprender a usar e a fazer esta nova tendência? Então acompanhe nosso post de hoje!

Em que ocasiões usar a trança boxeadora?

A princípio, a trança boxeadora tinha como proposta ser usada durante a prática do esporte, já que ao mesmo tempo em que deixa a atleta mais feminina, mantém o cabelo bem preso à cabeça, fazendo com que ele não atrapalhe durante a luta. Mas, como o mundo da moda suga tudo que é popular em outros cenários (como no esporte ou no estilo de rua, por exemplo), no último ano a trança boxeadora caiu no gosto das mais fervorosas fashionistas. Como é muito versátil, pode ser usada para o dia a dia durante o trabalho, para festas, eventos noturnos com uma pegada mais formal, ou por fim, para ir à academia. A única exigência é que a pessoa tenha o cabelo médio – no mínimo na altura do ombro -, pois é preciso certo comprimento para puxa-lo e fazer o penteado. Fora isso, a trança boxeadora vai bem em todos os tipos de cabelo e pele, sem restrições, inclusive, para idade. Desde que se tenha estilo, vale tudo!

Como fazer a trança boxeadora?

Bom, a primeira dica para começar a trança é: tenha paciência, especialmente se seu cabelo for longo. Depois, basta seguir o passo a passo:
  • Com o cabelo seco ou úmido, faça uma divisão nos fios que vai da testa até a nunca. Quanto mais retinha, mais bonito será o resultado final;
  • Prenda uma lateral bem firme para começar a trancar a outra;
  • Na sequência, comece o penteado. Basicamente, a boxeadora segue as mesmas regras que a trança embutida, só que ao invés de passar as mechas por cima da mecha central, você deve passa-las por baixo;
  • Vá trançando por ciclos, cada vez adicionando um pouco mais de cabelo à trança;
  • Mantenha o cabelo sempre bem tensionado, para causar esse efeito esportivo;
  • Trance todo o comprimento do cabelo e quando chegar às pontas amarre com um elástico transparente ou na cor que desejar. Depois, é só começar o outro lado.
Uma dica interessante é fazer a trança usando cremes de tratamento ou reparação no cabelo. Você passa o produto, faz a trança, vai para a academia, por exemplo, e quando chegar em casa, enxagua. É um ótimo jeito de ganhar tempo para cuidar da beleza dos fios. O que você acha deste modelo de penteado? Vai tentar reproduzi-lo? Conte para gente através dos comentários e confira mais dicas de beleza e estilo em nosso blog!
Continue lendo
Receita
Conheça 6 alimentos inimigos da pele
Mulheres que gostam de cuidar da beleza e da saúde sabem que a alimentação tem influência direta nos resultados. Há os alimentos que contribuem para o bom funcionamento do intestino, aqueles que ajudam a diminuir o inchaço, os que aceleram o metabolismo e finalmente, os famosos aliados no detox, como a couve, o abacaxi e o pepino, por exemplo. Da mesma forma, existem alimentos que atuam negativamente em nosso organismo, não só com o aumento de peso, mas resultando em um aspecto ruim para o corpo de forma geral. Hoje vamos falar sobre os alimentos que prejudicam a pele. Fique atenta, você pode estar os consumindo mais do que o necessário.

6 alimentos que fazem mal para sua pele

#1. Gordura Trans

A gordura trans é uma grande vilã para a pele porque quando você a ingere, ela resulta em inflamações que comprometem o colágeno natural. Outro resultado negativo é que a gordura deixa a pele mais sensível e vulnerável aos raios UV, que causam o envelhecimento. Por fim, e não menos importante: ela prejudica também o coração!

#2. Cafeína

Por um lado, a cafeína é boa pois acelera o metabolismo, no entanto, tem seu lado muito prejudicial para a pele. Como é um diurético poderoso, ela acaba com a humidade do corpo, o que resulta em uma aparecia de mais velha. Para combater este efeito, use e abuse dos hidratantes.

#3. O sal e o sódio

O sal é um grande inimigo, não só para a pele, mas para o corpo como um todo. Quando consumido em excesso ele resseca a pele, causa inchaços e retenção de líquidos. Por isso, o ideal é reduzir o consumo diário e evitar produtos industrializados que são ricos em sódio.

#4. Bebidas alcoólicas

Sabe por que o álcool afeta sua pele? Porque ele faz mal para o fígado. Ou seja, um fígado com saúde trabalha normalmente fazendo com que as toxinas sejam expelidas do corpo. No entanto, quando isso não acontece estas mesmas toxinas se acumula e podem acabar resultando em rugas, palidez e acne. Além disso, as bebidas alcoólicas prejudicam o sono, o que também favorece o aparecimento de rugas, a pigmentação e a perda de elasticidade.

#5. Doces em geral

Você já ouviu falar em glicacão? Este é um processo que acontece no organismo quando alguém ingere açucares em excesso. Explicando melhor: quando alguém come mais doces do que as células são capazes de processar, as moléculas de açúcar excedentes se combinam com as proteínas do próprio organismo. Isso danifica o colágeno natural, nosso velho amigo responsável pela firmeza e elasticidade da pele.

#6. Carnes processadas

Carnes processadas como bacon, presunto e salsicha, por exemplo, possuem substâncias que causam inflamações na pele, acelerando o envelhecimento. Fora isso, elas possuem muito sódio e os efeitos dele você conheceu há pouco. Parece disco furado, mas quando nos alimentamos com legumes, verduras e frutas frescas e minimizamos o consumo de produtos industrializados, a chance de agredirmos qualquer órgão de nosso corpo é mínima, inclusive a pele. Por fim, a dica é ingerir muita água, praticar exercícios e usar filtro solar – mesmo em ambientes internos, pois a luz também causa danos à pele. E então, de que forma você costuma cuidar de sua pele? Se os planos são começar a caprichar na dieta, continue acompanhando nosso blog para ter informações sobre alimentação saudável. E se a ideia é iniciar uma nova rotina de exercícios, a Honey Be tem tudo o que você precisa para começar!
Continue lendo
Fitness
Saiba tudo sobre a tendência do Tênis Branco
Ele foi uma grande febre nos anos 90, mas durante muito tempo ficou esquecido no passado – e no armário – de várias pessoas. Sim, nós estamos falando do tênis branco, o novo queridinho das celebridades e das fashionistas. E quer saber o mais interessante nessa historia? Não estamos tratando apenas daquele modelo casual, baixinho, perfeito para sair, mas sim, de todos os tênis brancos, inclusive aquele modelo esportivo que você ama! Esta curiosa pra saber como se jogar nesta tendência? No post de hoje vamos te dar todas as dicas sobre como combina-lo com seus looks preferidos sem errar a mão. Vamos lá?

Como combinar o tênis branco?

Com looks mais elegantes

Bom, se você acompanha nosso blog já sabe que há um bom tempo o tênis esportivo já saiu da academia e foi parar nos looks para todas as ocasiões, desde as mais casuais até os momentos que pedem uma produção um pouco mais elegante. O mesmo aconteceu com o tênis branco, que em algumas vezes já foi visto nos looks formais de várias estrelas de cinema, acompanhados de terninhos da alta costura. Um dos que mais chamou atenção foi usado pela atriz Anne Hattaway em uma composição totalmente branca. Aliás, este é uma ótima maneira de deixar seu look mais formal: apostar em apenas uma ou duas cores. Um conjunto todo preto com o tênis branco, por exemplo, causa, além da elegância, um efeito bem moderno.

Para usar na festa

Aqui a composição fica um pouco mais fácil, mas não menos criativa. O tênis branco com vestidos estampados, saias de couro ou modelos mais ajustados ao corpo ou ainda, a tradicional combinação de shorts + blusinhas são perfeitas! Se você apostar em uma camisa jeans a composição vai ficar ainda mais atual. Para as meninas que gostam de uma pegada mais street, também vale a pena apostar em composições mais urbanas. O modelo cano alto, como o modelo Sue Lasmar, por exemplo, tem feito a cabeça de muitas meninas, especialmente aquelas que curtem o estilo da Kylie Jenner.

Para o dia a dia

No dia a dia, o uso do tênis branco fica ainda mais democrático. Podemos começar pelo clássico jeans com camiseta, mas o jeans também pode ser substituído por uma alfaiaria leve, uma saruel ou ainda uma pantalona curta – outra tendência que está super em alta. Os vestidos leves também são uma ótima escolha, da mesma forma que as saias em todos os comprimentos, mas é para o trabalho, o comprimento midi é o mais indicado. Por fim, a jardineira é bela opção para deixar o look mais descontraído.

Para o look conforto

Para ocasiões bem informais, vale a pena apostar em looks bem confortáveis, inclusive, usando algumas peças da academia. Uma legging preta com uma camisa jeans e um tênis branco formam uma combinação simples, mas elegante. O jeans pode ser substituído por uma jaqueta de moletom, uma bela composição para um passeio ao ar livre ou uma ida ao super mercado sem perder o estilo. Outra dica é acompanhar o tênis branco com uma saruel mais longa, uma camiseta branca e um casaquinho de moletom. Uma combinação cheia de estilo numa pegada mais street. E você, tem alguma outra dica para usar o tênis branco? Compartilhe com as outras leitoras através dos comentários!
Continue lendo
Corpo
O que é o catabolismo?
Você já ouviu falar em catabolismo muscular? É um processo que qualquer um que pratica musculação pode passar, se não forem tomados alguns cuidados. Trata-se de um desgaste excessivo da musculatura envolvida em determinado treinamento. Mas para entendermos o catabolismo temos que saber que existe o seu inverso, que é o anabolismo ou como também é conhecido: metabolismo construtivo. Caracteriza-se por ser um conjunto de reações que resultam na construção de moléculas a partir de outras e por consequência disso o crescimento, regeneração e manutenção de órgãos e tecidos. Mas como fazer para que o treinamento a que você se propõe a fazer não chegue ao catabolismo? Confira no artigo!

Fatores que podem provocar o catabolismo muscular

1 – Excesso de atividade física – A pessoa que exagera nos treinos ou mesmo faz atividades físicas em demasia pode chegar ao estado de catabolismo. O treino com menos volume e mais intenso é mais indicado para quem quer ter mais ganhos na musculação. 2 – Hidratação insuficiente – Manter o corpo hidratado evita o catabolismo, pois a água é responsável por manter a ordem fisiológica e hormonal no nosso organismo. Dependemos dela para que tudo funcione perfeitamente. Consuma no mínimo 2 litros por dia, mas não se limite a essa quantidade, pois dependendo de algumas condições seu organismo pode precisar bem de mais que isso. 3 – Alimentação inadequada – A boa alimentação é fundamental para que seus músculos se refaçam e para que você tenha energia suficiente para treinar. A dieta é essencial para evitarmos o catabolismo, por isso é muito importante o acompanhamento de um profissional para que você conheça a suas reais necessidades proteicas. A dica para não entrar em catabolismo em treinos muito intensos, é alimentar-se antes e depois deles. 4 – Falta de descanso – É fundamental o descanso para que seu músculo cresça e se refaça. Por isso os treinos devem ter a alternância de grupamentos musculares. Seja dormindo ou apenas descansando, seu organismo se recupera do estado catabólico. A dica é você dar a mesma importância que dá aos treinos ao descanso e uma boa noite de sono. 5 – Consumo de álcool – O álcool causa algumas reações no organismo que desencadeia a degradação proteica, acentuando o catabolismo muscular. Vale lembrar que isso ocorre se o hábito no consumo de álcool for frequente, portanto uma cervejinha de vez em quando não vai fazer mal. 6 – Não faça exercícios aeróbicos de longa duração – Evite exageros. Aeróbicos que ultrapassam 60 minutos podem se tornar altamente catabólicos. Pois o corpo usa mais fonte energética e os músculos acabam pagando por isso. Se precisa de aeróbicos, opte pelos mais curtos e intensos, como o HIIT. Na verdade, não existe fórmula para evitarmos o catabolismo, mas sim hábitos saudáveis que vão favorecer o anabolismo e nos incentivar a levarmos uma vida mais saudável. Uma alimentação regrada com os principais nutrientes, descanso e não esquecer de comer algo entre os treinos contam também para evitar a perda muscular. Curta nossa página no Facebook e fique por dentro das novidades fitness!
Continue lendo
Corpo
Como fazer atividades físicas o ano todo
Você faz alguma atividade física? Você sabe a importância que ela tem na vida das pessoas? A atividade física é essencial para uma vida saudável, ela contribui para a saúde de uma forma geral e ainda eleva a autoestima, tornando as pessoas mais felizes e bem dispostas. Atualmente existem muitas atividades oferecidas pelas academias, não se limitando, como há algum tempo, em ginástica e musculação. Hoje as pessoas têm mais opções e fazem seus exercícios com prazer, pois fazem as atividades que elas têm mais aptidão.

Atividades físicas oferecidas pelas academias

Atualmente há uma gama bem diversificada de atividades oferecidas pelas academias e isso é um dos motivos pelos quais as pessoas não abandonam mais suas atividades físicas, como há algum tempo acontecia, pois fazem aquelas atividades pelas quais têm mais aptidão. Hoje, no mundo fitness se você enjoar de determinada atividade, você pode fazer outra e assim por diante. Confira abaixo o que hoje as boas academias oferecem aos alunos! – Ginástica localizada – Apesar de muitos não gostarem, ainda existem os adeptos que não a largam por nada. Exercita variados músculos do corpo e tudo ao som de músicas bem ritmadas. – Musculação – Muito praticada nas academias e atualmente é também indicada também para a terceira idade, quando há uma perda grande de massa muscular. A atividade contribui muito para fortalecer os músculos e amenizar os problemas. – Zumba – Para quem gosta de dançar é uma ótima opção, pois mistura ritmos e as aulas são bem empolgantes e trabalham todos os músculos, além de ser um excelente exercício aeróbico, que ajuda bastante na função cardiorrespiratória. – Spinning – Uma das atividades preferidas dos alunos das academias. Trata-se de exercícios em bicicletas especiais e as aulas simulam corridas e subidas e tudo ao ritmo frenético de músicas bem agitadas. Trata-se de uma excelente atividade aeróbica! – Hidroginástica – Ginástica executada em piscina. – Aeroboxe – Ginástica baseada em movimentos do boxe. Trabalha muito pernas e braços e as aulas são bem divertidas e variadas. – Esteira e transport – A maioria das academias possuem os aparelhos, muito úteis em variados treinamentos. Existem muitas outras, mas essas são as mais comuns.

Objetivo, disciplina e foco

Outros motivos levam as pessoas a não desanimarem e desistirem logo de determinada atividade física, ter objetivo é um deles. Arranjar objetivos para atividade física é bem fácil e a saúde é o mais importante deles. Muitos que não gostam de exercícios, acabam por fazê-los por optar por uma vida saudável e eles fazem parte da lista, bem como melhorar a autoestima através da boa forma, muito importante para a saúde mental, e isto inclui usar looks lindos de academia. A Disciplina é fundamental para que você sinta os resultados de seu trabalho, seja para qual objetivo for, saúde ou apenas conquistar ou manter a boa-forma. É ela que vai fazer com que você não desista e faça da atividade física um hábito de vida. Ter Foco é não desistir e levar a sério seus treinos para conquistar seus objetivos. Tentar alcançar seus objetivos e não desistir nunca é o que fará com que você se mantenha pela vida inteira praticando atividade física. Seja qual for a atividade, não importa, o importante é você sentir prazer e torná-la um hábito de sua vida. Curta nossa página no Facebook e fique por dentro de tudo que ocorre no mundo fitness!
Continue lendo

ROUPAS DE ACADEMIA FEMININA E MASCULINA

Anos de experiência em fabricação de roupas fitness, transformaram a Honey Be no maior e-commerce de moda fitness do Brasil! Acompanhando as tendências da moda feminina, a Honey Be produz roupas confortáveis, com estampas exclusivas e design diferenciado, inovando em tecidos tecnológicos que permitem uma melhor respiração da pele, recortes precisos que beneficiam o corpo durante o treino e o melhor de tudo, com preço de atacado em varejo! Queremos mostrar aos nossos clientes que produtos de ótima qualidade podem e devem ter um preço justo!
HONEYBE NAS REDES SOCIAIS
PLAYLIST
POSTS MAIS LIDOS
Aeroboxe: diga não ao estresse e perca muitas calorias
Está querendo praticar alguma atividade física diferente? Você já ouviu falar em “aeroboxe”? Acredite, é uma atividade muito intensa e está agradando muito as mulheres, principalmente aquelas que sempre admiraram o boxe. A nova modalidade é, na verdade, a junção de duas atividades bem conhecidas: a ginástica aeróbica e o boxe. Vamos saber mais? A modalidade foi criada há cerca de cinco anos e surgiu para agregar valor e trazer mais motivação para as aulas de ginástica, que já estava beirando a monotonia. Portanto, a ginástica ficou muito mais intensa e divertida, com os socos e movimentos com as pernas, muito comuns nas aulas de boxe. Uma aula de aeroboxe é composta pelos mesmos movimentos de um treino de boxe, são coreografias montadas pelo professor que reúnem pulinhos, simulação de pular corda, socos, pontapés, entre outros.

Como são as aulas de aeroboxe?

Como toda a aula de ginástica, o aeroboxe começa por um alongamento e aquecimento breves e logo a seguir os movimentos que vão caracterizar a modalidade. Nas aulas os alunos ficam dispostos como em uma aula de ginástica aeróbica de frente para o espelho e os golpes de braços e pernas vão sendo treinados. Em muitos momentos os exercícios ocorrem em dupla, mas não ocorrem lutas. Esses exercícios feitos em duplas são executados com a ajuda de manoplas e colchonetes, em que cada parceiro ajudará o outro a executar os golpes. Na sequência ganham destaque os exercícios abdominais, de membros inferiores com ênfase a trabalhos de glúteos, músculos posteriores de coxa, quadríceps femoral e panturrilha. Por fim ocorre o alongamento para uma perfeita volta à calma.

Benefícios da modalidade

– Desenvolve a força física – tanto dos braços quanto das pernas; – Prove uma maior agilidade – pela rapidez em que os exercícios devem ser realizados; – Melhora a coordenação motora – devido os exercícios serem realizados seguindo uma coreografia; – Melhora a respiração – pelo fato de ser uma atividade aeróbica. – Melhora a circulação sanguínea; por ser uma modalidade aeróbica; – Melhora a postura – os movimentos da modalidade pedem uma postura perfeita; – Define e tonifica os músculos de pernas, braços e abdômen – devidos aos golpes vigorosos e abdominais feitos em aula; – Gasto de calorias – a modalidade permite gastar cerca de 600 calorias por 40 minutos de aula; – Condicionamento físico – deixa o aluno apto para a prática de vários esportes e atividades; – Alívio de estresse – O fato dos exercícios serem feitos repetidamente, de forma rápida e vigorosa e ainda com a ajuda de músicas empolgantes, faz com que haja uma forte descarga de energia, aliviando, e muito, o estresse.

Tipos de socos utilizados no aeroboxe

Os socos são o grande fascínio dessa modalidade. A regra é sempre colocar uma das mãos protegendo o rosto, como seria feito em uma luta de boxe. Confira a seguir os tipos de soco praticados no aeroboxe! Jabs – caracteriza-se por um soco curto, feito com a mão que está à frente. Cruzados – simula um golpe em direção à parte lateral do rosto, com a mão que está à frente. O aluno soca para o lado. Diretos – é o golpe dado em linha reta com a mão de atrás. Upers – O aluno soca de baixo para cima, funcionando como um gancho. O aeroboxe está ganhando cada vez mais adeptos, justamente por sair um pouco do estilo da ginástica convencional. É muito mais intenso e por se assemelhar e possuir os golpes de boxe, mais vigoroso que a ginástica. Que tal ficar por dentro de mais novidades do mundo fitness? Curta nossa página no Facebook!
Caia na tendência da trança boxeadora
Se tem algo que o clã das irmãs Kardashian faz de bom por nós, mulheres comuns, é trazer a tona tendências que estão ao alcance de todas. A mais popular delas, Kim Kardashian, já disse em algumas entrevistas que faz questão de usar peças que sejam acessíveis a todas as mulheres. Tanto, que já lançou, inclusive, uma linha exclusiva para uma grande loja de fast fashion. Mas além das roupas mais elegantes, elas dissiparam pelo mundo a tendência de usar o tênis esportivo com roupas mais causais e mostraram que é possível sim, usar looks bem confortáveis sem perder o estilo. Agora, o hit do momento é a trança boxeadora, que tem sido muito usada tanto por todas as irmãs da família, como também por centenas de modelos e celebridades pelo mundo a fora. Quer aprender a usar e a fazer esta nova tendência? Então acompanhe nosso post de hoje!

Em que ocasiões usar a trança boxeadora?

A princípio, a trança boxeadora tinha como proposta ser usada durante a prática do esporte, já que ao mesmo tempo em que deixa a atleta mais feminina, mantém o cabelo bem preso à cabeça, fazendo com que ele não atrapalhe durante a luta. Mas, como o mundo da moda suga tudo que é popular em outros cenários (como no esporte ou no estilo de rua, por exemplo), no último ano a trança boxeadora caiu no gosto das mais fervorosas fashionistas. Como é muito versátil, pode ser usada para o dia a dia durante o trabalho, para festas, eventos noturnos com uma pegada mais formal, ou por fim, para ir à academia. A única exigência é que a pessoa tenha o cabelo médio – no mínimo na altura do ombro -, pois é preciso certo comprimento para puxa-lo e fazer o penteado. Fora isso, a trança boxeadora vai bem em todos os tipos de cabelo e pele, sem restrições, inclusive, para idade. Desde que se tenha estilo, vale tudo!

Como fazer a trança boxeadora?

Bom, a primeira dica para começar a trança é: tenha paciência, especialmente se seu cabelo for longo. Depois, basta seguir o passo a passo:
  • Com o cabelo seco ou úmido, faça uma divisão nos fios que vai da testa até a nunca. Quanto mais retinha, mais bonito será o resultado final;
  • Prenda uma lateral bem firme para começar a trancar a outra;
  • Na sequência, comece o penteado. Basicamente, a boxeadora segue as mesmas regras que a trança embutida, só que ao invés de passar as mechas por cima da mecha central, você deve passa-las por baixo;
  • Vá trançando por ciclos, cada vez adicionando um pouco mais de cabelo à trança;
  • Mantenha o cabelo sempre bem tensionado, para causar esse efeito esportivo;
  • Trance todo o comprimento do cabelo e quando chegar às pontas amarre com um elástico transparente ou na cor que desejar. Depois, é só começar o outro lado.
Uma dica interessante é fazer a trança usando cremes de tratamento ou reparação no cabelo. Você passa o produto, faz a trança, vai para a academia, por exemplo, e quando chegar em casa, enxagua. É um ótimo jeito de ganhar tempo para cuidar da beleza dos fios. O que você acha deste modelo de penteado? Vai tentar reproduzi-lo? Conte para gente através dos comentários e confira mais dicas de beleza e estilo em nosso blog!
Conheça 6 alimentos inimigos da pele
Mulheres que gostam de cuidar da beleza e da saúde sabem que a alimentação tem influência direta nos resultados. Há os alimentos que contribuem para o bom funcionamento do intestino, aqueles que ajudam a diminuir o inchaço, os que aceleram o metabolismo e finalmente, os famosos aliados no detox, como a couve, o abacaxi e o pepino, por exemplo. Da mesma forma, existem alimentos que atuam negativamente em nosso organismo, não só com o aumento de peso, mas resultando em um aspecto ruim para o corpo de forma geral. Hoje vamos falar sobre os alimentos que prejudicam a pele. Fique atenta, você pode estar os consumindo mais do que o necessário.

6 alimentos que fazem mal para sua pele

#1. Gordura Trans

A gordura trans é uma grande vilã para a pele porque quando você a ingere, ela resulta em inflamações que comprometem o colágeno natural. Outro resultado negativo é que a gordura deixa a pele mais sensível e vulnerável aos raios UV, que causam o envelhecimento. Por fim, e não menos importante: ela prejudica também o coração!

#2. Cafeína

Por um lado, a cafeína é boa pois acelera o metabolismo, no entanto, tem seu lado muito prejudicial para a pele. Como é um diurético poderoso, ela acaba com a humidade do corpo, o que resulta em uma aparecia de mais velha. Para combater este efeito, use e abuse dos hidratantes.

#3. O sal e o sódio

O sal é um grande inimigo, não só para a pele, mas para o corpo como um todo. Quando consumido em excesso ele resseca a pele, causa inchaços e retenção de líquidos. Por isso, o ideal é reduzir o consumo diário e evitar produtos industrializados que são ricos em sódio.

#4. Bebidas alcoólicas

Sabe por que o álcool afeta sua pele? Porque ele faz mal para o fígado. Ou seja, um fígado com saúde trabalha normalmente fazendo com que as toxinas sejam expelidas do corpo. No entanto, quando isso não acontece estas mesmas toxinas se acumula e podem acabar resultando em rugas, palidez e acne. Além disso, as bebidas alcoólicas prejudicam o sono, o que também favorece o aparecimento de rugas, a pigmentação e a perda de elasticidade.

#5. Doces em geral

Você já ouviu falar em glicacão? Este é um processo que acontece no organismo quando alguém ingere açucares em excesso. Explicando melhor: quando alguém come mais doces do que as células são capazes de processar, as moléculas de açúcar excedentes se combinam com as proteínas do próprio organismo. Isso danifica o colágeno natural, nosso velho amigo responsável pela firmeza e elasticidade da pele.

#6. Carnes processadas

Carnes processadas como bacon, presunto e salsicha, por exemplo, possuem substâncias que causam inflamações na pele, acelerando o envelhecimento. Fora isso, elas possuem muito sódio e os efeitos dele você conheceu há pouco. Parece disco furado, mas quando nos alimentamos com legumes, verduras e frutas frescas e minimizamos o consumo de produtos industrializados, a chance de agredirmos qualquer órgão de nosso corpo é mínima, inclusive a pele. Por fim, a dica é ingerir muita água, praticar exercícios e usar filtro solar – mesmo em ambientes internos, pois a luz também causa danos à pele. E então, de que forma você costuma cuidar de sua pele? Se os planos são começar a caprichar na dieta, continue acompanhando nosso blog para ter informações sobre alimentação saudável. E se a ideia é iniciar uma nova rotina de exercícios, a Honey Be tem tudo o que você precisa para começar!
Saiba tudo sobre a tendência do Tênis Branco
Ele foi uma grande febre nos anos 90, mas durante muito tempo ficou esquecido no passado – e no armário – de várias pessoas. Sim, nós estamos falando do tênis branco, o novo queridinho das celebridades e das fashionistas. E quer saber o mais interessante nessa historia? Não estamos tratando apenas daquele modelo casual, baixinho, perfeito para sair, mas sim, de todos os tênis brancos, inclusive aquele modelo esportivo que você ama! Esta curiosa pra saber como se jogar nesta tendência? No post de hoje vamos te dar todas as dicas sobre como combina-lo com seus looks preferidos sem errar a mão. Vamos lá?

Como combinar o tênis branco?

Com looks mais elegantes

Bom, se você acompanha nosso blog já sabe que há um bom tempo o tênis esportivo já saiu da academia e foi parar nos looks para todas as ocasiões, desde as mais casuais até os momentos que pedem uma produção um pouco mais elegante. O mesmo aconteceu com o tênis branco, que em algumas vezes já foi visto nos looks formais de várias estrelas de cinema, acompanhados de terninhos da alta costura. Um dos que mais chamou atenção foi usado pela atriz Anne Hattaway em uma composição totalmente branca. Aliás, este é uma ótima maneira de deixar seu look mais formal: apostar em apenas uma ou duas cores. Um conjunto todo preto com o tênis branco, por exemplo, causa, além da elegância, um efeito bem moderno.

Para usar na festa

Aqui a composição fica um pouco mais fácil, mas não menos criativa. O tênis branco com vestidos estampados, saias de couro ou modelos mais ajustados ao corpo ou ainda, a tradicional combinação de shorts + blusinhas são perfeitas! Se você apostar em uma camisa jeans a composição vai ficar ainda mais atual. Para as meninas que gostam de uma pegada mais street, também vale a pena apostar em composições mais urbanas. O modelo cano alto, como o modelo Sue Lasmar, por exemplo, tem feito a cabeça de muitas meninas, especialmente aquelas que curtem o estilo da Kylie Jenner.

Para o dia a dia

No dia a dia, o uso do tênis branco fica ainda mais democrático. Podemos começar pelo clássico jeans com camiseta, mas o jeans também pode ser substituído por uma alfaiaria leve, uma saruel ou ainda uma pantalona curta – outra tendência que está super em alta. Os vestidos leves também são uma ótima escolha, da mesma forma que as saias em todos os comprimentos, mas é para o trabalho, o comprimento midi é o mais indicado. Por fim, a jardineira é bela opção para deixar o look mais descontraído.

Para o look conforto

Para ocasiões bem informais, vale a pena apostar em looks bem confortáveis, inclusive, usando algumas peças da academia. Uma legging preta com uma camisa jeans e um tênis branco formam uma combinação simples, mas elegante. O jeans pode ser substituído por uma jaqueta de moletom, uma bela composição para um passeio ao ar livre ou uma ida ao super mercado sem perder o estilo. Outra dica é acompanhar o tênis branco com uma saruel mais longa, uma camiseta branca e um casaquinho de moletom. Uma combinação cheia de estilo numa pegada mais street. E você, tem alguma outra dica para usar o tênis branco? Compartilhe com as outras leitoras através dos comentários!
O que é o catabolismo?
Você já ouviu falar em catabolismo muscular? É um processo que qualquer um que pratica musculação pode passar, se não forem tomados alguns cuidados. Trata-se de um desgaste excessivo da musculatura envolvida em determinado treinamento. Mas para entendermos o catabolismo temos que saber que existe o seu inverso, que é o anabolismo ou como também é conhecido: metabolismo construtivo. Caracteriza-se por ser um conjunto de reações que resultam na construção de moléculas a partir de outras e por consequência disso o crescimento, regeneração e manutenção de órgãos e tecidos. Mas como fazer para que o treinamento a que você se propõe a fazer não chegue ao catabolismo? Confira no artigo!

Fatores que podem provocar o catabolismo muscular

1 – Excesso de atividade física – A pessoa que exagera nos treinos ou mesmo faz atividades físicas em demasia pode chegar ao estado de catabolismo. O treino com menos volume e mais intenso é mais indicado para quem quer ter mais ganhos na musculação. 2 – Hidratação insuficiente – Manter o corpo hidratado evita o catabolismo, pois a água é responsável por manter a ordem fisiológica e hormonal no nosso organismo. Dependemos dela para que tudo funcione perfeitamente. Consuma no mínimo 2 litros por dia, mas não se limite a essa quantidade, pois dependendo de algumas condições seu organismo pode precisar bem de mais que isso. 3 – Alimentação inadequada – A boa alimentação é fundamental para que seus músculos se refaçam e para que você tenha energia suficiente para treinar. A dieta é essencial para evitarmos o catabolismo, por isso é muito importante o acompanhamento de um profissional para que você conheça a suas reais necessidades proteicas. A dica para não entrar em catabolismo em treinos muito intensos, é alimentar-se antes e depois deles. 4 – Falta de descanso – É fundamental o descanso para que seu músculo cresça e se refaça. Por isso os treinos devem ter a alternância de grupamentos musculares. Seja dormindo ou apenas descansando, seu organismo se recupera do estado catabólico. A dica é você dar a mesma importância que dá aos treinos ao descanso e uma boa noite de sono. 5 – Consumo de álcool – O álcool causa algumas reações no organismo que desencadeia a degradação proteica, acentuando o catabolismo muscular. Vale lembrar que isso ocorre se o hábito no consumo de álcool for frequente, portanto uma cervejinha de vez em quando não vai fazer mal. 6 – Não faça exercícios aeróbicos de longa duração – Evite exageros. Aeróbicos que ultrapassam 60 minutos podem se tornar altamente catabólicos. Pois o corpo usa mais fonte energética e os músculos acabam pagando por isso. Se precisa de aeróbicos, opte pelos mais curtos e intensos, como o HIIT. Na verdade, não existe fórmula para evitarmos o catabolismo, mas sim hábitos saudáveis que vão favorecer o anabolismo e nos incentivar a levarmos uma vida mais saudável. Uma alimentação regrada com os principais nutrientes, descanso e não esquecer de comer algo entre os treinos contam também para evitar a perda muscular. Curta nossa página no Facebook e fique por dentro das novidades fitness!
Como fazer atividades físicas o ano todo
Você faz alguma atividade física? Você sabe a importância que ela tem na vida das pessoas? A atividade física é essencial para uma vida saudável, ela contribui para a saúde de uma forma geral e ainda eleva a autoestima, tornando as pessoas mais felizes e bem dispostas. Atualmente existem muitas atividades oferecidas pelas academias, não se limitando, como há algum tempo, em ginástica e musculação. Hoje as pessoas têm mais opções e fazem seus exercícios com prazer, pois fazem as atividades que elas têm mais aptidão.

Atividades físicas oferecidas pelas academias

Atualmente há uma gama bem diversificada de atividades oferecidas pelas academias e isso é um dos motivos pelos quais as pessoas não abandonam mais suas atividades físicas, como há algum tempo acontecia, pois fazem aquelas atividades pelas quais têm mais aptidão. Hoje, no mundo fitness se você enjoar de determinada atividade, você pode fazer outra e assim por diante. Confira abaixo o que hoje as boas academias oferecem aos alunos! – Ginástica localizada – Apesar de muitos não gostarem, ainda existem os adeptos que não a largam por nada. Exercita variados músculos do corpo e tudo ao som de músicas bem ritmadas. – Musculação – Muito praticada nas academias e atualmente é também indicada também para a terceira idade, quando há uma perda grande de massa muscular. A atividade contribui muito para fortalecer os músculos e amenizar os problemas. – Zumba – Para quem gosta de dançar é uma ótima opção, pois mistura ritmos e as aulas são bem empolgantes e trabalham todos os músculos, além de ser um excelente exercício aeróbico, que ajuda bastante na função cardiorrespiratória. – Spinning – Uma das atividades preferidas dos alunos das academias. Trata-se de exercícios em bicicletas especiais e as aulas simulam corridas e subidas e tudo ao ritmo frenético de músicas bem agitadas. Trata-se de uma excelente atividade aeróbica! – Hidroginástica – Ginástica executada em piscina. – Aeroboxe – Ginástica baseada em movimentos do boxe. Trabalha muito pernas e braços e as aulas são bem divertidas e variadas. – Esteira e transport – A maioria das academias possuem os aparelhos, muito úteis em variados treinamentos. Existem muitas outras, mas essas são as mais comuns.

Objetivo, disciplina e foco

Outros motivos levam as pessoas a não desanimarem e desistirem logo de determinada atividade física, ter objetivo é um deles. Arranjar objetivos para atividade física é bem fácil e a saúde é o mais importante deles. Muitos que não gostam de exercícios, acabam por fazê-los por optar por uma vida saudável e eles fazem parte da lista, bem como melhorar a autoestima através da boa forma, muito importante para a saúde mental, e isto inclui usar looks lindos de academia. A Disciplina é fundamental para que você sinta os resultados de seu trabalho, seja para qual objetivo for, saúde ou apenas conquistar ou manter a boa-forma. É ela que vai fazer com que você não desista e faça da atividade física um hábito de vida. Ter Foco é não desistir e levar a sério seus treinos para conquistar seus objetivos. Tentar alcançar seus objetivos e não desistir nunca é o que fará com que você se mantenha pela vida inteira praticando atividade física. Seja qual for a atividade, não importa, o importante é você sentir prazer e torná-la um hábito de sua vida. Curta nossa página no Facebook e fique por dentro de tudo que ocorre no mundo fitness!
SIGA NAS REDES SOCIAIS
INSTAGRAM