Home » Dicas Honey » Quer um Bumbum Grande? 15 Alimentos que Você Precisa Incluir na Sua Dieta
Dicas Honey
Quer um Bumbum Grande? 15 Alimentos que Você Precisa Incluir na Sua Dieta

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam ter um bumbum grande ou maior começa na cozinha 😱
 

Combinar o exercício físico regular com uma dieta saudável cheia de alimentos de crescimento glúteo é uma das estratégias mais eficazes para ajudar a maximizar os resultados.
 
Certos alimentos podem aumentar o crescimento muscular, a força e a recuperação para ajudar você a alcançar a bunda dos seus sonhos. 🍑
 
Aqui estão 15 alimentos que podem te ajudar a ter um bumbum grande.
 
O Papel da Dieta no Tamanho do Bumbum
 
Se você tá querendo aumentar seu bumbum, fazer algumas modificações em sua dieta é o primeiro passo.
 
Você deve se concentrar em aumentar seus glúteos, que são os músculos que compõem suas nádegas.
 
Em particular, a proteína dietética é importante para construir e manter a massa muscular – especialmente após o exercício.
 
Outros nutrientes como carboidratos, gorduras saudáveis e antioxidantes, também promovem o crescimento muscular alimentando as células, reduzindo a inflamação induzida pelo exercício e melhorando a recuperação.
 
Emparelhar esses alimentos nutritivos com uma rotina de exercícios regulares pode ajudar a ampliar seus resultados para obter uma bunda robusta.
 
1. Salmão
 
O salmão é uma ótima fonte de proteína, carregando 22gr de proteína em uma única porção de apenas 113gr. 🍣
 
Peixes gordurosos como o salmão também são carregados com ácidos graxos ômega-3, que proporcionam inúmeros benefícios para a saúde.
 
Algumas pesquisas sugerem que as gorduras ômega-3 reduzem a inflamação, o que pode acelerar a recuperação e o crescimento muscular.
 
Um estudo em 44 adultos descobriu que tomar ômega-3 por 6 meses ajudou a aumentar o volume e a força muscular, em comparação com um grupo controle.
 
2. Sementes de Linhaça
 
Sementes de linhaça não só possuem uma boa quantidade de ácidos graxos ômega-3 por porção, mas também altas quantidades de magnésio, fósforo e vitaminas do complexo B.
 
Além disso, adicionar sementes de linhaça à sua dieta é uma ótima maneira de aumentar a ingestão de proteínas.
 
De fato, apenas 2 colheres de sopa (21gr) de sementes de linhaça fornecem cerca de 4gr de proteína vegetal.
 
Aumentar a sua ingestão de proteínas é essencial para a construção muscular para um bumbum atrás.
 
3. Ovos
 
Os ovos são altamente nutritivos, fornecendo bastante selênio, vitamina B12, riboflavina e fósforo.
 
As vitaminas B dos ovos podem ajudar seu corpo a produzir energia a partir de sua dieta.
 
Cada ovo médio também fornece cerca de 6gr de proteína, tornando este alimento um excelente complemento para uma dieta rica em proteínas.
 
Além disso, a leucina, um aminoácido comum nos ovos, tem demonstrado estimular a síntese muscular e reduzir a degradação das proteínas musculares, o que pode ser especialmente benéfico para melhorar o tamanho do seu bumbum 😉
 
Saiba mais:
 
4. Quinoa
 
A quinoa é uma semente rica em nutrientes que oferece uma enorme quantidade de 8 gramas de proteína por porção seca (¼ xícara ou 45 gramas).
 
Ela também contém todos os nove aminoácidos essenciais que você deve obter da sua dieta, porque seu corpo não pode produzi-los por conta própria 😱😉
 
Além disso, é rica em carboidratos complexos, que podem fornecer energia extra para impulsionar o seu treino. 💪
 
Durante o treinamento de resistência, o consumo de carboidratos sozinho ou com proteína pode reduzir o dano muscular e aumentar o armazenamento de glicogênio para suportar os níveis de resistência e energia.
 
Notavelmente, ótimos treinos podem se traduzir em um bumbum fenomenal.
 
5. Leguminosas
 
As leguminosas são uma família de plantas que inclui feijão, lentilha, ervilha e amendoim 🥜
 
Elas geralmente são ricas em proteínas, o que pode maximizar a síntese muscular e impulsionar o crescimento de seus glúteos. 🍑
 
Por exemplo, 1 xícara (164 gramas) de grão de bico cozido possui quase 13 gramas de proteína, enquanto 1 xícara (198 gramas) de lentilhas cozidas contém quase 18 gramas 👀
 
As leguminosas também são uma boa fonte de micronutrientes como o magnésio, que está envolvido na produção de energia e na contração muscular 💪
 
6. Arroz Integral
 
O arroz integral proporciona o equilíbrio perfeito de carboidratos complexos e proteínas, com mais de 5 gramas de proteína por xícara cozida (195 gramas).
 
Além disso, o pó de proteína feito deste grão é uma ótima opção para quem precisa de um aumento extra de proteína.
 
Em um estudo de 8 semanas em 24 pessoas, tomar diariamente um suplemento de proteína de arroz integral melhorou a composição corporal e o desempenho no exercício.
 
O arroz integral também é rico em aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs), que são divididos diretamente em seus músculos para uma rápida fonte de energia.
 
Estudos mostram que os BCAAs podem reduzir a dor e a fadiga muscular, aumentar a síntese de proteína muscular e reduzir a perda de massa muscular para ajudar a inchar seu bumbum 😉
 
7. Shakes de Proteína
 
Shakes de proteína são uma ótima opção para um lanche pós-treino saudável.
 
O Whey Protein, um tipo de proteína encontrada no leite, tem demonstrado promover o crescimento muscular e a recuperação após os treinos.
 
Aprecie-o ou outros pós de proteína após os treinos, misturando-os com leite, frutas e verduras para aumentar os benefícios do shake no bumbum.
 
8. Abacates
 
Além do suprimento de gorduras saudáveis, proteínas e fibras, ele é rico em vitamina C, potássio, vitamina B6 e magnésio.
 
Abacates também são ricos em antioxidantes, incluindo carotenoides como luteína, zeaxantina e criptoxantina.
 
Algumas pesquisas sugerem que seus antioxidantes podem reduzir o dano muscular induzido pelo exercício, dor e inflamação para acelerar o tempo de recuperação.
 
Além disso, os abacates são ricos em potássio, outro importante nutriente envolvido na contração e crescimento muscular.
 
9. Leite
 
Contendo quase 8gr de proteína em cada xícara (236 ml), o leite é um excelente lanche depois da academia.
 
Esta bebida onipresente contém proteínas de digestão lenta e rápida que suprem seus músculos com um fluxo constante de aminoácidos após o treino 🥛
 
Um pequeno estudo de 12 semanas com 20 mulheres descobriu que beber leite após o treinamento de resistência aumenta os ganhos musculares e de força, bem como a perda de gordura.
 
Outro estudo observou que beber leite depois de treinar ajuda a aumentar a eficiência do seu corpo no uso de aminoácidos para apoiar a síntese de proteínas, o que é especialmente importante quando se trata de cultivar o seu bumbum.
 
10. Sementes de Abóbora
 
As sementes de abóbora são uma opção deliciosa e nutritiva para uma dieta balanceada.
 
Apenas 1 porção (28 gramas) oferece 8,5 gramas de proteína, juntamente com uma série de gorduras saudáveis, fibras, manganês, ferro e fósforo.
 
Essas sementes também são ricas em magnésio, fornecendo 40% de suas necessidades diárias em uma única porção (28gr).
 
O corpo não apenas usa magnésio para a função e o metabolismo muscular, mas também pode precisar de mais desse nutriente após a atividade física – tornando ainda mais importante obter alimentos ricos em magnésio suficientes em sua dieta.
 
11. Iogurte Grego
 
O iogurte grego é verdadeiramente uma potência nutricional, ostentando uma boa quantidade de cálcio, vitamina B12, fósforo e riboflavina em cada porção 😋
 
Em comparação com o iogurte normal, também contém quase o dobro da quantidade de proteína – com 24 gramas em cada copo (245 gramas).
 
Como outros produtos lácteos, o iogurte grego fornece proteína de digestão lenta e rápida, o que pode ajudar o crescimento muscular a ampliar seus glúteos.
 
Um estudo em 30 pessoas mostrou que consumir iogurte grego como parte de um programa de treinamento de 12 semanas melhorou a espessura muscular, a força e a composição corporal mais do que um placebo.
 
12. Tofu
 
O tofu, que é produzido a partir de leite de soja condensado, contém 10 gramas de proteína por 100 gramas cruas, além de uma boa quantidade de manganês, cálcio, selênio e fósforo.
 
Proteína de soja de alimentos como tofu pode ser incrivelmente benéfica para ampliar seu traseiro.
 
De fato, um estudo de 30 dias mostrou que comer proteína de soja em vez de caseína, um tipo de proteína do leite, aumentou significativamente o volume muscular em 59 pessoas com baixa atividade física 😉
 
13. Manteiga de Oleaginosas
 
Manteigas de castanha de caju, amêndoa e manteiga de amendoim contêm uma boa dose de gorduras saudáveis, assim como nutrientes essenciais como vitamina E, magnésio, potássio e cálcio.
 
Cada colher de sopa (16 gramas) também contém cerca de 3,5gr de proteína, tornando as manteigas uma maneira fácil de aumentar o teor de proteína dos seus petiscos favoritos.
 
Embora mais pesquisas sejam necessárias sobre as próprias manteigas, alguns estudos sugerem que acrescentar nozes à sua dieta pode promover a construção muscular.
 
Por exemplo, um estudo em 10 pessoas mostrou que a ingestão de 75 gramas de amêndoas inteiras por dia melhorou significativamente o desempenho do exercício em ciclistas.
 
14. Peito de Frango
 
O peito de frango é carregado com proteína de alta qualidade, com cerca de 24 gramas em uma porção de 78 gramas. 🐓
 
O frango também é rico em vitaminas do complexo B, como niacina e vitaminas B6 e B12.
 
Conseguir o suficiente dessas vitaminas em sua dieta é crucial para promover a produção de energia para ajudar a alimentar seus treinos.
 
De acordo com um estudo de 8 semanas em 41 pessoas, comer 46 gramas de proteína de frango após o treino levou a um aumento significativo na massa corporal magra, em comparação com um grupo controle.
 
15. Queijo Cottage
 
O queijo cottage é feito a partir de coalhada fresca e tem um sabor suave e textura úmida.
 
É muito nutritivo, fornecendo cerca de 22 gramas de proteína por xícara (210 gramas), bem como abundância de fósforo, vitamina B12, selênio e riboflavina.
 
Ele também é carregado com caseína, uma proteína de leite de absorção lenta que aumenta a síntese muscular para ajudar a obter uma bunda maior.
 
 
A dieta é um dos elementos mais importantes para ganhar músculos e aumentar o tamanho do seu popozão. 🍑
 
No entanto, tenha em mente que é improvável que esses alimentos tenham um grande efeito por conta própria.
 
Em vez disso, eles devem ser combinados com treinamento de resistência regular para aumentar a construção muscular e maximizar os resultados. 💪😉
 
Fonte:
 
Compartilhe!

PLAYLIST
POSTS MAIS LIDOS
Quer um Bumbum Grande? 15 Alimentos que Você Precisa Incluir na Sua Dieta
Ao contrário do que muitas pessoas acreditam ter um bumbum grande ou maior começa na cozinha 😱
 

Combinar o exercício físico regular com uma dieta saudável cheia de alimentos de crescimento glúteo é uma das estratégias mais eficazes para ajudar a maximizar os resultados.
 
Certos alimentos podem aumentar o crescimento muscular, a força e a recuperação para ajudar você a alcançar a bunda dos seus sonhos. 🍑
 
Aqui estão 15 alimentos que podem te ajudar a ter um bumbum grande.
 
O Papel da Dieta no Tamanho do Bumbum
 
Se você tá querendo aumentar seu bumbum, fazer algumas modificações em sua dieta é o primeiro passo.
 
Você deve se concentrar em aumentar seus glúteos, que são os músculos que compõem suas nádegas.
 
Em particular, a proteína dietética é importante para construir e manter a massa muscular – especialmente após o exercício.
 
Outros nutrientes como carboidratos, gorduras saudáveis e antioxidantes, também promovem o crescimento muscular alimentando as células, reduzindo a inflamação induzida pelo exercício e melhorando a recuperação.
 
Emparelhar esses alimentos nutritivos com uma rotina de exercícios regulares pode ajudar a ampliar seus resultados para obter uma bunda robusta.
 
1. Salmão
 
O salmão é uma ótima fonte de proteína, carregando 22gr de proteína em uma única porção de apenas 113gr. 🍣
 
Peixes gordurosos como o salmão também são carregados com ácidos graxos ômega-3, que proporcionam inúmeros benefícios para a saúde.
 
Algumas pesquisas sugerem que as gorduras ômega-3 reduzem a inflamação, o que pode acelerar a recuperação e o crescimento muscular.
 
Um estudo em 44 adultos descobriu que tomar ômega-3 por 6 meses ajudou a aumentar o volume e a força muscular, em comparação com um grupo controle.
 
2. Sementes de Linhaça
 
Sementes de linhaça não só possuem uma boa quantidade de ácidos graxos ômega-3 por porção, mas também altas quantidades de magnésio, fósforo e vitaminas do complexo B.
 
Além disso, adicionar sementes de linhaça à sua dieta é uma ótima maneira de aumentar a ingestão de proteínas.
 
De fato, apenas 2 colheres de sopa (21gr) de sementes de linhaça fornecem cerca de 4gr de proteína vegetal.
 
Aumentar a sua ingestão de proteínas é essencial para a construção muscular para um bumbum atrás.
 
3. Ovos
 
Os ovos são altamente nutritivos, fornecendo bastante selênio, vitamina B12, riboflavina e fósforo.
 
As vitaminas B dos ovos podem ajudar seu corpo a produzir energia a partir de sua dieta.
 
Cada ovo médio também fornece cerca de 6gr de proteína, tornando este alimento um excelente complemento para uma dieta rica em proteínas.
 
Além disso, a leucina, um aminoácido comum nos ovos, tem demonstrado estimular a síntese muscular e reduzir a degradação das proteínas musculares, o que pode ser especialmente benéfico para melhorar o tamanho do seu bumbum 😉
 
Saiba mais:
 
4. Quinoa
 
A quinoa é uma semente rica em nutrientes que oferece uma enorme quantidade de 8 gramas de proteína por porção seca (¼ xícara ou 45 gramas).
 
Ela também contém todos os nove aminoácidos essenciais que você deve obter da sua dieta, porque seu corpo não pode produzi-los por conta própria 😱😉
 
Além disso, é rica em carboidratos complexos, que podem fornecer energia extra para impulsionar o seu treino. 💪
 
Durante o treinamento de resistência, o consumo de carboidratos sozinho ou com proteína pode reduzir o dano muscular e aumentar o armazenamento de glicogênio para suportar os níveis de resistência e energia.
 
Notavelmente, ótimos treinos podem se traduzir em um bumbum fenomenal.
 
5. Leguminosas
 
As leguminosas são uma família de plantas que inclui feijão, lentilha, ervilha e amendoim 🥜
 
Elas geralmente são ricas em proteínas, o que pode maximizar a síntese muscular e impulsionar o crescimento de seus glúteos. 🍑
 
Por exemplo, 1 xícara (164 gramas) de grão de bico cozido possui quase 13 gramas de proteína, enquanto 1 xícara (198 gramas) de lentilhas cozidas contém quase 18 gramas 👀
 
As leguminosas também são uma boa fonte de micronutrientes como o magnésio, que está envolvido na produção de energia e na contração muscular 💪
 
6. Arroz Integral
 
O arroz integral proporciona o equilíbrio perfeito de carboidratos complexos e proteínas, com mais de 5 gramas de proteína por xícara cozida (195 gramas).
 
Além disso, o pó de proteína feito deste grão é uma ótima opção para quem precisa de um aumento extra de proteína.
 
Em um estudo de 8 semanas em 24 pessoas, tomar diariamente um suplemento de proteína de arroz integral melhorou a composição corporal e o desempenho no exercício.
 
O arroz integral também é rico em aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs), que são divididos diretamente em seus músculos para uma rápida fonte de energia.
 
Estudos mostram que os BCAAs podem reduzir a dor e a fadiga muscular, aumentar a síntese de proteína muscular e reduzir a perda de massa muscular para ajudar a inchar seu bumbum 😉
 
7. Shakes de Proteína
 
Shakes de proteína são uma ótima opção para um lanche pós-treino saudável.
 
O Whey Protein, um tipo de proteína encontrada no leite, tem demonstrado promover o crescimento muscular e a recuperação após os treinos.
 
Aprecie-o ou outros pós de proteína após os treinos, misturando-os com leite, frutas e verduras para aumentar os benefícios do shake no bumbum.
 
8. Abacates
 
Além do suprimento de gorduras saudáveis, proteínas e fibras, ele é rico em vitamina C, potássio, vitamina B6 e magnésio.
 
Abacates também são ricos em antioxidantes, incluindo carotenoides como luteína, zeaxantina e criptoxantina.
 
Algumas pesquisas sugerem que seus antioxidantes podem reduzir o dano muscular induzido pelo exercício, dor e inflamação para acelerar o tempo de recuperação.
 
Além disso, os abacates são ricos em potássio, outro importante nutriente envolvido na contração e crescimento muscular.
 
9. Leite
 
Contendo quase 8gr de proteína em cada xícara (236 ml), o leite é um excelente lanche depois da academia.
 
Esta bebida onipresente contém proteínas de digestão lenta e rápida que suprem seus músculos com um fluxo constante de aminoácidos após o treino 🥛
 
Um pequeno estudo de 12 semanas com 20 mulheres descobriu que beber leite após o treinamento de resistência aumenta os ganhos musculares e de força, bem como a perda de gordura.
 
Outro estudo observou que beber leite depois de treinar ajuda a aumentar a eficiência do seu corpo no uso de aminoácidos para apoiar a síntese de proteínas, o que é especialmente importante quando se trata de cultivar o seu bumbum.
 
10. Sementes de Abóbora
 
As sementes de abóbora são uma opção deliciosa e nutritiva para uma dieta balanceada.
 
Apenas 1 porção (28 gramas) oferece 8,5 gramas de proteína, juntamente com uma série de gorduras saudáveis, fibras, manganês, ferro e fósforo.
 
Essas sementes também são ricas em magnésio, fornecendo 40% de suas necessidades diárias em uma única porção (28gr).
 
O corpo não apenas usa magnésio para a função e o metabolismo muscular, mas também pode precisar de mais desse nutriente após a atividade física – tornando ainda mais importante obter alimentos ricos em magnésio suficientes em sua dieta.
 
11. Iogurte Grego
 
O iogurte grego é verdadeiramente uma potência nutricional, ostentando uma boa quantidade de cálcio, vitamina B12, fósforo e riboflavina em cada porção 😋
 
Em comparação com o iogurte normal, também contém quase o dobro da quantidade de proteína – com 24 gramas em cada copo (245 gramas).
 
Como outros produtos lácteos, o iogurte grego fornece proteína de digestão lenta e rápida, o que pode ajudar o crescimento muscular a ampliar seus glúteos.
 
Um estudo em 30 pessoas mostrou que consumir iogurte grego como parte de um programa de treinamento de 12 semanas melhorou a espessura muscular, a força e a composição corporal mais do que um placebo.
 
12. Tofu
 
O tofu, que é produzido a partir de leite de soja condensado, contém 10 gramas de proteína por 100 gramas cruas, além de uma boa quantidade de manganês, cálcio, selênio e fósforo.
 
Proteína de soja de alimentos como tofu pode ser incrivelmente benéfica para ampliar seu traseiro.
 
De fato, um estudo de 30 dias mostrou que comer proteína de soja em vez de caseína, um tipo de proteína do leite, aumentou significativamente o volume muscular em 59 pessoas com baixa atividade física 😉
 
13. Manteiga de Oleaginosas
 
Manteigas de castanha de caju, amêndoa e manteiga de amendoim contêm uma boa dose de gorduras saudáveis, assim como nutrientes essenciais como vitamina E, magnésio, potássio e cálcio.
 
Cada colher de sopa (16 gramas) também contém cerca de 3,5gr de proteína, tornando as manteigas uma maneira fácil de aumentar o teor de proteína dos seus petiscos favoritos.
 
Embora mais pesquisas sejam necessárias sobre as próprias manteigas, alguns estudos sugerem que acrescentar nozes à sua dieta pode promover a construção muscular.
 
Por exemplo, um estudo em 10 pessoas mostrou que a ingestão de 75 gramas de amêndoas inteiras por dia melhorou significativamente o desempenho do exercício em ciclistas.
 
14. Peito de Frango
 
O peito de frango é carregado com proteína de alta qualidade, com cerca de 24 gramas em uma porção de 78 gramas. 🐓
 
O frango também é rico em vitaminas do complexo B, como niacina e vitaminas B6 e B12.
 
Conseguir o suficiente dessas vitaminas em sua dieta é crucial para promover a produção de energia para ajudar a alimentar seus treinos.
 
De acordo com um estudo de 8 semanas em 41 pessoas, comer 46 gramas de proteína de frango após o treino levou a um aumento significativo na massa corporal magra, em comparação com um grupo controle.
 
15. Queijo Cottage
 
O queijo cottage é feito a partir de coalhada fresca e tem um sabor suave e textura úmida.
 
É muito nutritivo, fornecendo cerca de 22 gramas de proteína por xícara (210 gramas), bem como abundância de fósforo, vitamina B12, selênio e riboflavina.
 
Ele também é carregado com caseína, uma proteína de leite de absorção lenta que aumenta a síntese muscular para ajudar a obter uma bunda maior.
 
 
A dieta é um dos elementos mais importantes para ganhar músculos e aumentar o tamanho do seu popozão. 🍑
 
No entanto, tenha em mente que é improvável que esses alimentos tenham um grande efeito por conta própria.
 
Em vez disso, eles devem ser combinados com treinamento de resistência regular para aumentar a construção muscular e maximizar os resultados. 💪😉
 
Fonte:
 
Compartilhe!

SIGA NAS REDES SOCIAIS
INSTAGRAM