Melatonina: Para que serve o hormônio?

por honeybe
Melatonina: Para que serve o hormônio?

Melatonina é um hormônio produzido naturalmente pelo corpo humano e uma de suas funções básicas é a indução ao sono.

Ela está relacionada com a regulação do metabolismo ao longo do dia, o que inclui os períodos em que a pessoa está dormindo ou acordada. Este hormônio é produzido pela glândula pineal, que só é ativada quando não há estímulos luminosos, a produção de melatonina só ocorre à noite, induzindo o sono. Por isso, na hora de dormir, é importante evitar a luminosidade, estímulos sonoros ou aromáticos que possam acelerar o metabolismo e diminuir a produção de melatonina. A melatonina tem sua venda liberada no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Você pode comprar o produto mas antes lembre-se de consultar o seu médico.

Para que serve a melatonina?

A melatonina é um hormônio que além de regular o sono, possui outros benefícios para a saúde podendo ajudar a controlar a produção de hormônios sexuais femininos, possui efeito antioxidante nas células e fortalece o sistema imune, ajudando a prevenir diversas doenças e a controlar doenças psicológicas e relacionadas ao sistema nervoso. A maioria das pessoas usam o hormônio para melhorar a qualidade do sono.

Como tomar a melatonina?

O modo de se usar a melatonina vai variar de acordo com a indicação do seu médico. Entretanto, podemos dizer que o necessário, normalmente, é ingerir 1 cápsula da substância por volta de 30 minutos antes do horário que você costuma dormir. Lembrando que a melatonina não induz o sono, mas somente melhora a sua qualidade.

Benefícios da melatonina?

Melhora no tratamento de enxaqueca

Prevenção no câncer

Amenizar cólicas em bebês

Tratamento da síndrome dos ovários policísticos

Ajuda a tratar a insônia

Indicações da suplementação da melatonina

  • Idosos, que costumam ter a melatonina mais baixa naturalmente
  • Pessoas que trabalham em turnos noturnos e precisam dormir durante o dia
  • Pessoas que só conseguem dormir e acordar mais tarde
  • Viajantes que precisam se recuperar do jet lag ou querem prevenir esse problema com os fusos horários
  • Pessoas com alguns graus de cegueira, que devido à má percepção de luminosidade têm dificuldades em produzir o hormônio.

Cuidados ao consumir a melatonina

O consumo excessivo pode trazer problemas, mas consumindo até 10 mg ao dia não traz complicações. Entre os efeitos colaterais já observados no consumo de doses elevadas estão dor de cabeça e alteração na produção de alguns hormônios, como a prolactina. A melatonina sintética é contraindicada para pessoas com histórico de angina e infarto. A melatonina é contraindicada para mulheres grávidas, em fase de amamentação, pessoas com insônia causada por depressão ou ansiedade e para crianças menores de 12 anos de idade.

 


 

Você também vai gostar